segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Desisti dos concursos.




Desisti dos concursos!
Sério mesmo.
Passei o feriado de Carnaval inteiro pensando sobre minha vida.
Eu já passei em um concurso e minha vida está tão boa!
Tenho realizado meus sonhos e passo a passo eles estão tomando vida e encorpando.
Fiz uns cálculos e vi que nos últimos seis meses que foram dedicados para concurso público eu gastei quase R$ 5 mil em inscrições, passagens, hotel, material de aula e por aí vai.
E o cargo que eu almejava alcançar só sendo muito ninja para conseguir: analista administrativo de Tribunal!
Todo mundo quer isso e quem passa, meio que fecha a prova! Isso é loucura.
Imagina passar em um desses concursos e por mais que ganhe quase R$ 10 mil por mês vai morar em um fim de mundo! Eu não sou do interior (aliás, saí de Araguaína por achar lá provinciano demais), eu sou muito cosmopolitana para me contentar em morar em um lugar com 10 mil habitantes. E é isso que vai acontecer com quem passar em um Tribunal. Não, obrigada.
Apesar de morar em uma capital pequena, aqui me fornece tudo que preciso. Quer dizer, quase tudo: não tem mar! E uma das coisas que me fez ver que eu não queria aquela vida louca de concursos públicos impossíveis é que simplesmente, eu não tinha mais tempo para ficar com o Pedro e ele está crescendo. Não quero perder isso!
Não quero deixar de estar disponível quando ele precisar, e principalmente, quero cuidar de mim e fazer as coisas que me fazem bem, como por exemplo, viajar!
Gente! Eu amo viajar e nos últimos anos (três anos para ser mais precisa) só viajei para satisfazer a necessidade dos outros, ou seja, levar o Pedro para visitar os avós paternos ou ver o pai.
Que se danem. E eu?
Só viajei para o Carnaval no Rio de Janeiro que nem foi tão bom assim.
Não adianta, eu sou de Salvador!
Enfim..
Eu preciso pensar em mim e essa é a ordem para a vida!
Preciso voltar a planejar minhas viagens dos sonhos. Pedro está crescendo e daqui uns anos será mais independe para que eu possa fazer minhas viagens sem culpa. Estou retirando o cordão umbilical aos poucos e um dia por vez.
Esse é o lema:
"Viver bem e sempre."

Nenhum comentário:

Postar um comentário